quarta-feira, 3 de julho de 2013

O tempo não para!


Meninas bom dia!
Esse último ano, exatamente há um ano muitas mudanças começaram ocorrer na minha família. Minha filha me anunciou o fim do seu casamento, do amor que não sentia mais pelo marido e não foi nem um pouco fácil no começo aceitar essa situação. Confesso que desde então meu emocional foi abaixo e não consegui mais manter o controle na alimentação. As coisas foram caminhando e nós pais (eu e meu esposo) sempre na esperança que eles poderiam se reconciliar. No fim do ano eles resolveram tentar de novo e até viajaram para passar o reveilon fora, retornaram da viagem e a vida prosseguiu normal.Com o passar dos dias via que as coisas ainda não estavam bem e a situação foi se agravando. Enfim realmente não havia mais jeito ela pediu pra voltar pra casa pela segunda vez e não pude negar. Neguei da primeira vez mas da segunda não consegui. Devo confessar que sofri muito, nenhuma mãe quer ver sua filha casada voltando pra casa com duas filhas, me senti fracassada como mãe, com uma sensação de não ter ensinado o certo enfim... Dia 16 de julho completam 2 meses que ela está aqui comigo e a rotina da minha casa deu uma mudada, estamos fazendo o possível pra dar certo, pra que ela se sinta a vontade aqui. Não quero e nem devo julgá-la pois só ela sabe o que aconteceu e só ela o conhece como marido. Bom, senti vontade de falar aqui com vocês sobre isso pois talvez entendam o que está acontecendo comigo, por isso fui atrás de ajuda profissional. Hoje estou bem melhor e consigo ver as coisas se outra forma, nem tudo é do jeito que a gente quer e há males que vem pra bem. Sempre aprendi que o que Deus uniu o homem não separa mas isso não se tratava da minha vida e sim da vida dela. Tenho certeza que tudo irá se ajeitar. Existem inúmeras situações que envolvem o fim de um casamento pois desse casamento existem 2 crianças que precisam de apoio e carinho. Quero ser bênção na vida delas, quero acrescentar sempre e nunca diminuir. Bom meninas existem outros motivos também mas não vem ao caso falar aqui, é bem pessoal, mas sei que diante de tudo eu preciso voltar a cuidar de mim, pois se eu não fizer quem vai? Deus sempre me ajudou muito mas Ele precisa do meu compromisso para poder me ajudar, e eu preciso me comprometer para ajudá-lo, é uma troca. Estou tentando a cada manhã recomeçar mas está muito difícil, já engordei quase 20 Kg e estou desesperada, porque se eu desistir de mim mesma será o fim. Não posso desistir de mim mesma pois Deus me ensinou a me amar de uma forma muito especial, pois não aprendi isso durante a minha vida, me ensinou também a ter auto estima, pois também não tinha, enfim Ele me ensinou muitas coisas. Só estou aqui hoje graças ao amor de Deus e graças ao sustento que Ele tem me dado. Estou nesse blog ha 5 anos e hoje talvez pela primeira vez estou falando de algo tão pessoal e que envolve também minha família.
Eu quero mudar, quero voltar a lutar por mim, quero ter saúde, paz, equilíbrio, domínio próprio e sei que só vou conseguir se não desistir e se me esforçar com todas as minhas forças. Quero uma vida normal.
Queridas um abraço e vamos continuando nossa luta, Deus se agradará de nós. Bjos




9 comentários:

GAUCHA TRI LEGAL! disse...

Oi linda, voce mudou a cor dos seu cabelos? Estao mais escuro na foto. Mas ta linda de qualquer cor. A vida e assim mesmo, uns entram e uns saem das nossos vidas. Supostamente, isso faz parte da vida. Forca na peruca e segue em frente, de muita forca para sua filha nessa hora. Beijokas

Carla Renata Galassi disse...

lindeza.. o fim do casamento da sua filha não é responsabilidade sua, portanto não se culpe... as vezes não é nem responsabilidade de ninguém.. vai ver ke tinha que ser assim e pronto.. bjokas e sucesso sempre

Diane disse...

Sei bem como é isso Sandra, ano passado passei por algo parecido com um tio meu que o tenho como pai, e nisso "ganhei" 16Kg em 5 meses, mas Deus é fiel para restituir nossos sonhos e vida! Força e se cuide! Bjs

Milena Sena disse...

Sandra sua linda não se culpe pelo que não é de forma alguma responsabilidade sua!!!!!
lembre-se que se quer ajudar sua filha ou quem quer que seja tem que se ajudar primeiro se cuidar primeiro.
Ninguém é responsável pela felicidade
ou tristeza de ninguém!!!!
força gata poderosa

Cleidi Wingler disse...

Amiga qdo colocamos os nossos filhos no mundo,só queremos o melhor para eles e muitas vezes o que é "o melhor" para nós,não é a mesma coisa para eles né?Mas devemos acima de tudo sempre estar ao lado,aconselhando e preparados para o que der e vier...MISSÃO DE MÃE! separação nunca foi fácil e nunca vai ser,já passei por isso e ao ler o teu relato me emocionei,pois senti o que minha mãe deve ter sentido naquele momento do anúncio tbm da minha separação MOMENTO DOLORIDO mas que ficou para trás há 9 anos e hoje tenho uma nova família e estou hiper-feliz,DEUS ME AMA DO MESMO JEITO NÉ?e para uma mãe isso que é importante a felicidade dos seus filhos...

Força e tudo vai se ajeitar vc vai ver!!!

Bjus que Deus te abençõe!!!

Mi disse...

Sandra sei bem como é para quem tem tendência e engordar por questões emocionais, dar conta das dificuldades de boca fechada. Eu pelo menos caio de boca na comilança, me acabo de comer e me autodestruo. Sou uma pessoa deveras controladora, quer ter tudo planejado, esquematizado na minha vida e eis que ela me deu uma rasteira e perdi totalmente o controle das coisas.
Agora preciso viver um dia de cada vez, percebi que não consigo mesmo controlar tudo, ou melhor - nada.
Resultado, também me descontrolei e engordei demais, nunca tive na vida o peso que estou hoje, mas tudo é um aprendizado, precisamos apreender.
Posso imaginar a loucura que virou a sua vida, fazer RA com duas crianças dentro de casa é quase impossível.
Mas querida, tudo vai se ajeitar, tenha fé, as coisas vão de uma forma ou de outra se ajeitarem...
Estou com você para o que precisar, meu barquinho caminha tal qual o seu, mas vamos conseguir lidar melhor com a alimentação.
Um beijo enorme.

Elaine C. Melo disse...

Oi amiga linda!! Olha não tenho propriedade para falar sobre o assunto por que não sou mãe e não sou casada, mas uma coisa que aprendo semanalmente na terapia é de que se não nos ajudarmos não podemos cuidar de mais ninguém, sempre haverá uma lacuna. A obesidade está sempre ligada a algum tipo de culpa que a gente sente, que por consequência gera bloqueios etc etc...(palavras da minha psicóloga)...apesar de ser sua filha, ela é adulta e sabe o que faz e é melhor a ela, com certeza o divórcio dela não é culpa sua, é consequência de outros fatores que ão tem como ser culpa sua. Afinal, nenhum pai ou mãe age com um filho no intuito de errar, tenho certeza de que vc foi a melhor mãe que pode ser e deu os melhores exemplos a ela. Mas a vida é assim mesmo, e as vezes o que hoje parece ser ruim pode ser um bem no futuro!!

Grande beijo e fica bem amiga!!

Sandra Falcão disse...

Amiga, como vinhamos falando já, desde antes, orando, vc fez SIM sua parte, mas amiga nós criamos nossos filhos, mas eles tomam seu rumo, fazem suas escolhas... e vc tem feito sua parte da melhor maneira possível. Sua parte agora é cuidar de vc também, de sua saúde e seu corpo e alimentação, para vc estar bem consigo mesma também, até porque só podemos ajudar os outros quando estamos bem =) BOA SORTE e que DEUS esteja com vcs em todos os momentos.

Aline Quele disse...

Imagino a situação, mas concordo com o que vc disse: se você não cuidar de si mesma quem irá. Claro que Deus e o seu ajudador,mas Ele trabalha naquilo que nós não podemos fazer né?
Beijão e que Deus te fortaleça a cada dia.