terça-feira, 10 de agosto de 2010

Final de semana na roça!

ROÇA É BOM DEMAIS!! Olá meninas, boa noite!! Fui passar o final de semana na roça e aproveitar pra ver meu pai é claro. Ele costuma ficar lá 3 meses direto. Não mora lá mas passa boa parte do ano lá. Durante o dia muiiiiiiiito calor, e á noite muiiiiiiiiiiito frio, com isso agora nesse momento em que estou aqui digitando, estou com dor de cabeça, dor no corpo, nariz entupido, olhos lacrimejando rsrs ou seja, clima muito seco, baixa umidade do ar, e eu aqui colhendo os frutos do mal tempo. Mas enfim ainda consegui arrumar um tempinho pra passar por aqui e desejar a todas uma semana ligth. Hoje é aniversário do meu maridex, mas vamos comemorar no domingo. Agora o que eu quero mesmo é tomar um banho quentinho e deitar. Bjos

17 comentários:

Aline disse...

que lugar maais lindoooo
passa la no meu blog flor
bjkas♥♥

Daniele disse...

nossa, muito legal o lugar!!
comidinha no fogão à lenha, muito legal!!

Parabéns pro maridão, aproveitem bastante!

Beijos!

Nayara disse...

Eitaa...
ficar com a paiizao e sempre bom ne...
Se o meu pai visse essa feijoada no fogao a lenha....caia p tras ele ama...
rsrsrs
bjo gdeeeee

♫Luana♪ disse...

eeeeeeeee!!!! vc mudou o layout!! ficou lindo e agora eu consigo comentar!!!

seu pai é muito fofo!!

beijos boa semana light pra vc tb!

"A MUDANÇA COMEÇA AGORA!!DESTA VEZ É PRA VALER! disse...

nossa que delicia eu tenho saudades eu cresci na roça sou bicho do mato mesmo!so fazem 9 anos que estou na cidade e confesso se pudesse eu morava na roça direto mas num da ne!
minha irma ainda mora la se casou com rapaz e vive em um sitio e bom de + sempre que eu posso eu fujo pra la!!

ooooo saudades do fogão a lenha!

beijokas força sempre!!

Cacau disse...

Sandra, achei teu blog hoje.
Q transformação hein! Parabéns!
Já estou te seguindo

bjssssssss

ALEKA disse...

Sabe que sinto muita falta disso...
Meu pai vendou o sitio há alguns anos...era nosso porto seguro...ferias...feriados...
Bom demais..
Beijokas

ALEKA disse...

Ha...parabéns ao maridão...
Beijokas

Samanta disse...

Nossa vc é realmente uma guerreira, to imprecioada como alem de emagrecer vc ficou mais jovem, mais bonita... Meus PARABENS!!!
Espero seguir o seu exemplo.
O seu tbm foi reeducação alimentar?
Bjuss

Sabores e Sensações disse...

Oi,Sandra!
Que delicia de passeio, fogão a lenha étudo de bom!
Beijos,
Re

Juliana disse...

oi flor adorei seu blog! parabéns pelas conquistas! já estou seguindo! beijosssssssssssss

CAROL disse...

Oi querida
estou passando para te desejar
um maravilhoso fds bjão*_*
Ai eu adoro roça tbm rssss

*** Poesias *** disse...

Minha linda, parabéns, parabéns, milhões de parabéns. Você já era linda, agora está deslumbrante. Estou procurando força e coragem pra começar minha saga rumo aos 60 quilos.

Um grande beijo.

Paula Brieze disse...

Paradoxo


O paradoxo de nosso tempo na história é que temos edifícios mais altos, mas pavios mais curtos; auto-estradas mais largas, mas pontos de vista mais estreitos; gastamos mais, mas temos menos; nós compramos mais, mas desfrutamos menos.

Temos casas maiores e famílias menores; mais conveniências, mas menos tempo; temos mais graus acadêmicos, mas menos senso; mais conhecimento e menos poder de julgamento; mais proficiência, porém mais problemas; mais medicina, mas menos saúde.

Multiplicamos nossas posses, mas reduzimos nossos valores.

Falamos demais, amamos raramente e odiamos com muita freqüência.

Aprendemos como ganhar a vida, mas não vivemos essa vida.

Adicionamos anos à extensão de nossas vidas, mas não vida à extensão de nossos anos.

Já fomos à Lua e dela voltamos, mas temos dificuldade em atravessar a rua e nos encontrarmos com nosso novo vizinho.

Aprendemos a correr contra o tempo, mas não a esperar com paciência.

Construímos mais computadores para armazenar mais informações para produzir mais cópias do que nunca, mas temos menos comunicação.

Estes são tempos em que se almeja paz mundial, mas perdura a guerra no lares; temos mais lazer, mas menos diversão; maior variedade de tipos de comida, mas menos nutrição.

São dias de duas fontes de renda, mas de mais divórcios; de residências mais belas, mas lares quebrados.

São dias de viagens rápidas, fraldas descartáveis, moralidade também descartável, ficadas de uma só noite, corpos acima do peso, e pílulas que fazem de tudo: alegrar, aquietar, matar.
São dias de templos cheios, mas de cristão vazios, dias de grandes líderes, mas menos servos, de muito fogo, mas pouca santidade.

É um tempo em que há muito na vitrine e nada no estoque; um tempo em que a tecnologia pode levar-lhe estas palavras e você pode escolher entre fazer alguma diferença, ou simplesmente apertar a tecla Del.

POR ISSO NOSSA ATITUDE DE QUERER MUDAR NOSSOS HÁBITOS ALIMENTARES É LOUVÁVEL E NÓS VAMOS CONSEGUIR!!!! bJS E UM ÓTIMO FINAL DE SEMANA....

Giselle disse...

Vida na roça é pra lá di baum...
Tenha uma ótima semana!

Bjos

Gi

TaRiTa disse...

Hum....q delícia de lugar... de comida :)
Aproveita bastante!
Um bjo!

Paula Brieze disse...

Se pudéssemos ter consciência do quanto
nossa vida é passageira, talvez pensássemos duas vezes antes de jogar fora as oportunidades que temos de ser e de fazer os outros felizes.
Muitas flores são colhidas cedo demais. Algumas, mesmo ainda em botão.
Há sementes que nunca brotam e há aquelas flores que vivem a vida inteira até que, pétala por pétala, tranqüilas, vividas, se entregam ao vento.
Mas a gente não sabe adivinhar. A gente não sabe por quanto tempo estará enfeitando esse Éden e tampouco aquelas flores que foram plantadas ao nosso redor. E descuidamos. Cuidamos pouco. De nós, dos outros. Entristecemos-nos por coisas pequenas e perdemos minutos e horas preciosos. Perdemos dias, às vezes anos. Calamos-nos quando deveríamos falar; falamos demais quando deveríamos ficar em silêncio. Não damos o abraço que tanto nossa alma pede porque algo em nós impede essa aproximação. Não damos um beijo carinhoso 'porque não estamos acostumados com isso' e não dizemos que gostamos porque achamos que o outro sabe automaticamente o que sentimos. E passa a noite e chega o dia, o sol nasce e adormece e continuamos os mesmos, fechados em nós. Reclamamos do que não temos, ou achamos que não temos suficiente. Cobramos dos outros, da vida, de nós mesmos. Consumimos-nos.
Costumamos comparar nossas vidas com as daqueles que possuem mais que a gente. E se experimentássemos comparar com aqueles que possuem menos? Isso faria uma grande diferença.
E o tempo passa... Passamos pela vida, não vivemos. Sobrevivemos, porque não sabemos fazer outra coisa. Até que, inesperadamente, acordamos e olhamos pra trás. E então nos perguntamos: "E agora?".
Agora, hoje, ainda é tempo de reconstruir alguma coisa, de dar o abraço amigo, de dizer uma palavra carinhosa, de agradecer pelo que temos,(de fazer R.A. e acreditar que vamos emagrecer - sim nós podemos!). Nunca se é velho demais ou jovem demais para amar, dizer uma palavra gentil ou fazer um gesto carinhoso.
Não olhe para trás. O que passou, passou. O que perdemos, perdemos. O que engordamos, engordamos.Olhe para frente!
Ainda é tempo de apreciar as flores que estão inteiras ao nosso redor.
Ainda é tempo de voltar-se para Deus e agradecer pela vida, que mesmo passageira, ainda está em nós. Pense. Não perca mais tempo! Comece ou re-comece já sua R.A.!! Beijos e força na peruca..............